Related content

Como o Blockchain vai mudar diariamente nossas vidas

5 dezembro, 2018 Notícias Vário

Talvez a primeira coisa que venha à mente falando de blockchain é o Bitcoin (BTC), mas o blockchain vai muito além das criptomoedas. Já existem projetos utilizando a tecnologia para outros fins como, por exemplo, a validação de documentos.

O conceito do primeiro blockchain público nasceu em 2008, no artigo acadêmico Bitcoin: um sistema financeiro eletrônico peer-to-peer, publicado por uma pessoa ou grupo sob o pseudônimo de Satoshi Nakamoto (suposto criador do bitcoin).

Criado em um cenário de crise econômica mundial e bolha imobiliária, o bitcoin nasceu para, entre outras coisas, prevenir o gasto duplo dos valores e aumentar a confiança das transações financeiras, levando-as para a internet.

No ambiente digital, os dados podem ser copiados, alterados e trocados. O blockchain foi a solução para eliminar as duas primeiras características: uma pessoa não pode gastar 1 BTC duas vezes ou dizer que te enviou 10 BTC, mas transferiu apenas 0,01 BTC, por exemplo.

Como o blockchain funciona?
As informações são armazenadas em blocos de dados. Cada bloco contém uma espécie de assinatura digital chamada hash, que funciona basicamente como uma impressão biométrica. O hash é a garantia criptográfica de que as informações desse bloco de dados não foram violadas.

Quando um novo bloco é criado, além de ter uma hash própria, carrega a hash do bloco anterior. Daí então, o nome blockchain — ou corrente de blocos, em português. Essa é uma forma que, além de tornar as transações seguras, dificulta muito um ataque hacker.

Os dados de todas as transações são gravadas na ledger. A ledger é comparada a um grande livro. Lá, estão abertas para todos as informações do que ou quanto foi enviado para alguém. Nada de nome ou documentos, apenas o endereço composto por letras e números embaralhados.

Aplicações do Blockchain:

– Criptomoedas: a sua função principal neste campo é essencialmente transferir valor. A tecnologia impede que uma unidade de moeda digital ou criptomoeda possa ser gasta duas vezes, uma vez que a transação seja registrada é inalterável.
– Transações e sistemas de pagamento: qualidades intrínsecas da blockchain são a velocidade, segurança e privacidade que permite aos usuários no instante de fazer transações. Portanto, muitas companhias, principalmente os bancos e instituições financeiras, tomaram a tecnologia para construir as suas próprias plataformas. Elas permitem, por exemplo, acelerar a velocidade e reduzir o custo dos pagamentos internacionais e interbancários.
– Registro de documentos: o blockchain é um grande registro onde muitas partes podem acessar de qualquer lugar do mundo. Já está sendo utilizado para registrar e verificar a autenticidade de todos os tipos de documentos.
– Cadeia de fornecimento: saber exatamente de onde as coisas vêm é sempre um problema, mas o blockchain é capaz de resolver. Com esta tecnologia é possível fazer quase qualquer objeto com uma impressão digital única, que segue com ele ao longo de seu ciclo de vida desde o início.
– Contratos inteligentes e descentralizados: o blockchain também é capaz de criar infraestrutura adequada para criar contratos inteligentes, ou seja, acordos digitais automatizados, que mais de uma vez a necessidade de recorrer a terceiros para o cumprimento é eliminada.
– Entretenimento: diversos videojogos e jogos são construídos sobre uma cadeia de blocos ou bem se apoiando de qualquer ativo digital próprio dela. A velocidade, transparência e, acima de tudo, as recompensas são asseguradas.
– Comércio: transparência e segurança são as certezas do código, por isso o seu uso no comércio é inevitável.

Certamente, este é só o começo do Blockchain. Neste este ritmo, em breve ele vai mudar diariamente nossas vidas.